História emocionante de um cãozinho velhinho à procura de um lar!

trabalho-voluntario6

Essa história é um caso verídico, um trabalho realizado pela Okamix, com a ajuda de Daniel Sawaguchi, Gabriela Veiga, Otávio Duarte e Clelia Cecilia Angelon para ajudar no caso de um cãozinho velhinho (Raposinho) que estava à procura de um lar!

História desenvolvida pelo adestrador de cães Daniel Sawaguchi

Olá, meu nome é raposinho, e essa é a minha história!

Olá pessoal, apesar de estar chorando por estar lembrando da minha história, vou contar como tudo aconteceu…

fotos-imagens-adestramento-de-caes-cachorros-adestradorEu morava em um lar onde o antigo dono me torturava bastante e no meu corpo ainda possui várias cicatrizes. Um certo dia, ele me jogou no carro e fomos em direção a uma rodovia bastante movimentada em São Paulo, me pegou pelo pescoço e jogou na direção dos outros carros em movimento. Eu rolei e acabei quebrando a patinha traseira, tentei correr atrás do meu antigo dono,  mas ele fugiu e não consegui alcançá-lo. De repente, eu escuto um barulho muito forte, de pneus sendo arrastados pela rodovia e sem ter tempo para escapar, fui atropelado e atirado para o acostamento. Até hoje não sei o por que ele fez isso comigo, eu penso que por estar velhinho e sem energias como antes, imagino que isso faz parte dos humanos tomarem essa decisão de abandonar as pessoas quando ficam velhos.

Leia mais: Conheça a verdadeira história de Hachiko, o cão mais leal do mundo!

Eu comecei a gritar alto para tentar encontrar ajuda, pois eu estava sangrando bastante e sentindo muito frio. A dor era grande, e minhas forças para pedir ajuda estava se acabando. Muitas pessoas passaram próximos de mim, me olhavam com pena e nada fizeram. Passei alguns dias deitado na grama, passando fome, frio e me sentindo muito sozinho. Mas não era muito diferente do que eu estava sofrendo com o meu antigo dono, mas a única diferença é que eu não tinha forças para me levantar.

okamix-e
QUANDO MEUS AMIGOS ME VISITAVAM, ME SENTIA MUITO QUERIDO! MAS NA HORA DA DESPEDIDA, ERA MUITO TRISTE! EU SABIA QUE ELES ESTAVAM BATALHANDO PARA ENCONTRAR UM LAR PARA MIM! #NÃOVAIEMBORA

Todos os dias passavam as mesmas pessoas indo para o trabalho, e eu acabei me tornando parte da rotina deles e acabei não sendo mais notado. De repente, vejo uma moça correndo, acho que ela devia ter perdido o seu ônibus para o serviço. Ela parecia bastante chateada, nunca tinha visto ela antes. Ao passar ao meu lado, ela me olha de um jeito diferente dos outros e eu que esperava tanto por esse momento, não sabia como reagir. Minha primeira reação era de fugir, mas eu estava com a patinha quebrada e não tinha forças para correr. Ela se aproximou de mim e achei que ela iria me machucar e a única coisa que fiz foi tentar mordê-la. Foi um sucesso! Ela ficou com muito medo e se afastou de mim e foi embora. Mais uma vez estava sozinho e a única oportunidade que eu tinha de conseguir ajuda, foi desperdiçada!

Leia mais: Um amor de um cão abandonado é algo incrível! Conheça alguns cães que estão à procura de um lar!

dog-walker-em-sao-paulo-sp-passeadores-de-caes-cachorros
QUANDO O DANIEL VINHA, NÓS PASSEÁVAMOS DURANTE HORAS NO PARQUE. ME SENTIA MUITO QUERIDO! #LIBERDADE

Algumas horas depois, a moça que afugentei apareceu com mais 2 rapazes. Eu pensei: ¨Nossa! Eu tentei morder ela e agora chamou os amigos para me bater!¨ Eles vieram na minha direção e começou a luta. Não achei justo ela chamar 2 rapazes para me bater e eu nem tinha mordido ela, mas eu não me rendi, tentei mordê-los de qualquer jeito e não consegui, jogaram uma toalha sobre o meus olhos e não consegui ver mais nada. Me jogaram dentro de um carro, parecia mais um filme de ação, quando sequestram uma pessoa e jogam dentro de um carro com um saco preto na cabeça. Eu fiquei bastante apavorado, tentei me levantar, mas eles tinham me imobilizado e me espetaram um agulha e em poucos minutos eu apaguei.

adestramento-de-caes-em-sao-paulo-spBem… não me lembro o que aconteceu, só sei que acordei dentro de uma clínica com vários cachorros latindo e estava dentro de uma gaiola preso. Percebi que eu não tinha mais manchas de sangue no meu corpo e a minha patinha estava melhor. Estava me sentindo muito bem e por algum instante eu achei que eu tinha morrido e já estava no céu.

Leia mais: Cachorro ou gato pressionando a cabeça contra a parede? Corra para o veterinário!

okamix-i
QUANDO FUI ATROPELADO, MINHA PATINHA TRASEIRA ESTAVA QUEBRADA. MAS FUI ME RECUPERANDO E O DANIEL SEMPRE ME INCENTIVANDO A CORRER! #NAOSOUMAISACORRENTADO

De repente… os dois rapazes apareceram novamente! Vieram na minha direção e eu estava pronto para brigar, pois eu já estava recuperado e em condições melhores para lutar. Jogaram novamente a toalha no meu rosto e me agarraram, me colocaram no carro e eu não sabia para onde estavam me levando. Então, aparece uma moça muito bonita, de cabelos pretos e os amigos dela o chamavam de Gaby, ela me tratou super bem. Me deu ração, uma roupinha vermelha para me vestir e muito carinho. Então, me levaram para um parque enorme, com muitas árvores lindas e me deram uma casinha enorme com um cobertor e muita comida e água à disposição. Eu estava achando tudo isso muito estranho, pois nunca me trataram tão bem e estavam sempre preocupados comigo.

adestramento-de-caes-em-sao-paulo-spPercebi então que ali era o meu novo lar, agora eu tinha um lugar onde tinha comida à vontade e era bem tranquilo e quentinho. Me apresentaram um rapaz bem forte, seus amigos o chamavam de Rodolfo, ele ficou responsável de colocar ração e água no meu potinho todos os dias. A Gaby, ela vinha me visitar sempre e trazia ração e um cobertor limpinho. Ela estava acompanhada com um rapaz que o chamava de Otávio, ele era muito atencioso e estava sempre querendo me agradar. Os dois sempre me visitavam e traziam ração, cobertor e atenção.

Leia mais: 7 coisas que podemos aprender com os nossos cachorros.

www-okamix-com-br-h
ESSE ERA O LUGAR ONDE FICAVA TRANCADO, POIS OS CÃES DO PARQUE PODERIAM ME ATACAR, POIS ERAM MUITO BRAVOS E GRANDES! #SENTINDOMUITOMEDO

De repente, eu começo a achar tudo aquilo muito estranho, pois eu nunca fui tratado desse jeito e eu estava ficando com muito medo. A Gaby começou a se aproximar de mim e tentou colocar a mão na minha cabeça, e sem pensar duas vezes, mordi o dedo dela e começou a sangrar. Então, fiquei mais bravo ainda e comecei a latir para que eles fossem embora, pois eu não sabia como reagir e estava com muito medo!

Eles foram embora e fiquei sozinho naquele espaço enorme, resolvi então me deitar. As horas se passaram e já era noite, vejo o Rodolfo fechando a porta para eu não fugir e começo a ouvir latidos fortes em minha direção. São 3 cães enormes e furiosos latindo para mim, mordiam o portão e tentavam entrar de qualquer jeito, e comecei a ficar com muito medo! Todas as vezes eles tentavam entrar de algum jeito na casa onde me deixaram, e eu me encolhia todas as noites e tremia, por que eu sabia que um dia eles iriam conseguir. Pois todas as noites o Rodolfo soltava eles para tomarem conta do parque e não permitirem que algum estranho entrasse sem autorização.

Leia mais: Você sabe por que alguns cães latem demais? Será nervoso ou por que querem brigar? 

Foi um momento muito confuso na minha vida, eu era torturado pelo meu antigo dono, abandonado e depois apareceram pessoas que me ajudaram e cuidaram de mim.

okamix-j
QUE TARDE GOSTOSA! PELA PRIMEIRA VEZ ESTOU SORRINDO NA MINHA VIDA! #APRENDENDOAMAR

Eu nunca recebi um carinho e nunca fui respeitado! Depois que fui resgatado, aprendi o que é ser amado e gostaria muito de aprender a amar os humanos, pois até então, desconhecia essa sensação. Hoje um rapaz veio aqui, o nome dele é Daniel e é adestrador de cães e ficou um tempão me observando, fui bastante arisco com ele  e não deixei ele chegar perto de jeito nenhum! Tentei mordê-lo várias vezes, mas ao contrário de muitas pessoas, ele não desistiu e ficou ao meu lado e me disse várias vezes que iria dar tudo certo e que não era para eu ter mais medo e que eu seria muito feliz ainda! Realmente está tudo muito esquisito! Agora me mandaram um psicólogo de cães para me avaliar e tentar me curar! Tentei falar para ele se afastar diversas vezes e ameacei  mordê-lo! Mas eu percebia que ele me entendia de algum jeito e estava disposto a me ajudar. Nesse tempo que ele ficou ao meu lado, refleti bastante e resolvi me aproximar cuidadosamente do Daniel e deixar ele me acariciar. Ahhhhhh !!!! Como foi gostoso!!!! Nunca tinha sentido essa sensação antes! Qdo o Daniel parava de me acariciar, eu pedia cada vez mais e eu não queria mais sair de perto dele. Tentei falar para ele para pedir desculpas para a Gaby que me resgatou na rodovia e cuidou bastante de mim, ela foi tão amorosa, solidária e sempre esteve ao meu lado me ajudando, mas eu acabei mordendo ela e sangrou bastante. Eu não sei falar a língua do rapaz, mas acho que ele entendeu pelo meu olhar de gratidão! Um dia ainda quero encontrar com ela e pedir desculpas.

fotos-imagens-adestramento-de-caes-cachorros-adestradorEu estava bastante arisco, e agora estou aprendendo o que é o amor! As pessoas que me resgataram e cuidaram de mim, estão me ajudando a encontrar um lar. Quando o Daniel estava indo embora, eu disse à ele para encontrar um lar onde eu possa receber muito carinho e que eles possam entender que não sou mais um cão novo e que estou ainda melhorando da minha patinha e tentando ser menos arisco, e que estou me esforçando a cada dia para me tornar um cão melhor. Apesar da minha patinha quebrada, eu tenho muita disposição e sou um cão que adoro correr , eu tenho muito amor guardado para dar e sempre serei grato a esse lar que me adotar.

Leia mais: O raposinho tem uma personalidade incrível, você sabe qual a personalidade do seu cão?

O pessoal que está me ajudando a encontrar uma família, estão dispostos a ajudar na minha adaptação ao novo lar. Então, peço que tenha paciência no início para eu aprender a confiar e amá-lo.

Bem pessoal, agora não tenho mais tempo de escrever, porque eu agora ganhei uma nova família e estou muito feliz! Veja as fotos da minha história com essas pessoas incríveis e o meu final feliz!

Este slideshow necessita de JavaScript.

adestramento-de-caes-em-sao-paulo-spAqui sou eu, após as visitas dos meus novos amigos. Sempre sozinho e triste e na esperança de encontrar um lar! Às vezes perdia as esperanças, pois sou velhinho e não sabia se alguém iria me querer. Sabe… eu chorava muito. Eu olhava vários cãezinhos passeando felizes com os seus donos e brincando com as crianças. Já tentaram me acariciar, e eu era muito arisco e costumava morder as pessoas, mas eu sempre me esforçava para melhorar!

Leia mais: 7 coisas que podemos aprender com os cachorros.

trabalho-voluntario6

amizade-caes-cachorro-pessoas-gente-humanos-fotos-imagens-www-okamix-com-br
SE EXISTE ANJOS NA TERRA? A RESPOSTA É SIM! E EU TIVE A OPORTUNIDADE DE CONHECÊ-LOS PESSOALMENTE! #ACREDITOEMANJOS

Aqui sou eu, ajudando a Okamix, com o Daniel Sawaguchi e Otávio Duarte a realizar os trabalhos voluntários e ajudando outros cães a se adaptarem melhor nos lares. Eu fico muito triste quando os cães não obedecem os donos. Eu converso com os cachorros que aparecem por lá para se esforçarem, mas eu percebo que muitos não sabem o que é ficar sozinhos ainda!

Nesse álbum também aparece o casal que me adotou! Estou chorando de emoção!!! Nessa casa já tem um cachorro com mistura de vira lata e labrador, ele não gosta muito de mim não, mas para quem já passou por tantas coisas ruins, vou tirar de letra e vou me esforçar para ser amigo dele! =)

Leia mais: Quando encontramos um cão como o Raposinho, dá vontade de beijá-lo muito, nao é mesmo? Será que beijsar os cães é prejudicial à saúde?

Este slideshow necessita de JavaScript.

amizade-caes-cachorro-pessoas-gente-humanos-fotos-imagens-www-okamix-com-br

O RAPOSINHO FOI ADOTADO! AEW =)

Bem pessoal, essa é a minha história e sou muito grato à todos que fizeram parte da minha história! Obrigado por tudo!

adestramento-de-caes-cachorros-adestrador
 PET SHOP  CLÍNICA VETERINÁRIA  PET SHOP ONLINE

 SÃO PAULO

 SÃO PAULO  SÃO PAULO
 PARANÁ  PARANÁ  PARANÁ
 SANTA CATARINA  SANTA CATARINA  SANTA CATARINA
anuncio-okamix

Um comentário em “História emocionante de um cãozinho velhinho à procura de um lar!

  1. Ola Daniel Sawaguchi,meu nome é Laíza Dearo ,li sobre a história do Raposinho e fiquei muito triste por saber do passado dele,mas também MUITO feliz por saber que existem anjos como vocês que o ajudou.
    Espero um dia poder ser como vocês, amo muito os animais e cada gesto de anjos como vocês fazem para ajudar esses seres indefeso me dão mais esperança de um dia poder conseguir ajudar aqueles que necessitam.Hoje em dia faço o que esta a minha disposição para ajuda-los.
    Bom só queria dizer Parabéns e que Deus esteja sempre com você e essas pessoas que ajudam os bichinhos,vocês são minha inspiração.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s